Como a atividade física pode evitar lesões

  • 11 de janeiro de 2017

Você já se perguntou por que os atletas continuam quebrando recordes nas olimpíadas?

Sorte? Treino? Uma genética melhor?

Uma revisão sistemática conduzida por pesquisadores britânicos publicada em dezembro de 2016 mostrou que houve um crescimento de 217% do número de estudos científicos sobre prevenção de lesões do esporte entre 1996 e 2015. [1]

O entendimento e a prevenção adequada de lesões leva a um treinamento mais equilibrado, menos interrupções nos treinos e melhor qualidade de vida para os atletas. Porque não a uma melhora da performance no treino e no dia da competição?

Em um outro estudo australiano dois meses antes ficou comprovado que um tipo específico de fortalecimento da musculatura da coxa é capaz de prevenir as tão frequentes lesões de “estiramento”, amigas inseparáveis dos jogadores de futebol.[2]

E não para por aí, existe uma série de publicações científicas a respeito das lesões que afetam os praticantes de corrida, ciclismo, remo, levantamento de peso, basquete, vôlei e outros esportes olímpicos e também não olímpicos.

Já que a prática de atividades físicas é comprovadamente benéfica na prevenção de várias doenças e no aumento do bem estar, está na hora de aprendermos com os erros que os atletas de elite cometiam e também mudarmos a maneira como praticamos nossos esportes. Eles já estão quebrando recordes com isso, e vc?

Dr. José Antonio Mancuso, ortopedista

Thomas J, Walker TWM, Miller S, Cobb A, Thomas SJ. The Olympic legacy: Journal metrics in sports medicine and dentistry. Journal of International Society of Preventive & Community Dentistry. 2016;6(6):501-508. doi:10.4103/2231-0762.195513.
Al Attar, W.S.A., Soomro, N., Sinclair, P.J. et al. Effect of Injury Prevention Programs that Include the Nordic Hamstring Exercise on Hamstring Injury Rates in Soccer Players: A Systematic Review and Meta-Analysis. Sports Med (2016) Oct 17. doi:10.1007/s40279-016-0638-2