Panturrilha, por que você não cresce?

  • 12 de junho de 2019

Panturrilha, barriga ou batata da perna, você já deve ter feito alguma referência a essa famigerada parte de nossos corpos. Além de ser muito requerido por nossos movimentos, há os praticantes de musculação que passam horas exercitando-se para ter uma “panturrilha de respeito” e acabam errando feio. No texto de hoje vamos apresentar algumas características sobre a panturrilha e o que é possível ser feito, tanto para treiná-la quanto para evitar lesões.

 

A grande questão: é possível ganhar panturrilha com musculação?

O desenvolvimento de musculatura é possível e constante. Na verdade, treinamos a panturrilha todos os dias. O que acontece é que a parte muscular que pode crescer mais evidentemente é mascarada por esse aumento das fibras menos evidentes.

 

Um erro incrível é achar que a panturrilha possa desenvolver-se tão bem quanto braços ou coxas. A panturrilha possui movimentos e funções bem limitadas. Estão ali para dar sustentação aos nossos corpos, isso quer dizer que ela não precisa ser muito móvel, o que reduz consideravelmente a sua capacidade de ser treinada. Isso não quer dizer que desenvolver panturrilhas seja impossível, mas um treino ruim será a mesma coisa que treino algum. Aumentar a carga pode dificultar a execução dos exercícios e, inclusive diminuir sua amplitude,  o que não seria bom nem para a panturrilha e muito menos para a musculatura mais ‘treinável’.

 

As repetições são parte essencial do treino e devem ser respeitadas e levadas a sério. Não pule etapas e nem sobrecarregue o seu corpo. Além dessas dicas vale a de ouro: não treine panturrilhas logo após treinar pernas.

 

E para evitar lesões:

 

Dê descansos maiores ao treinar panturrilha. As fibras precisam de um descanso para voltar ao estímulo;

 

Alimente-se bem! – Não existe ‘comida boa para a panturrilha, mas para a musculatura como um todo;

 

Não abra mão dos alongamentos;

 

Use gelo para aliviar o desconforto.

 

E sempre, sempre mesmo, cuide muito bem do teu corpo!

 

Dan de Araújo é escritor, professor de idiomas e biólogo. O conteúdo apresentado no texto é fruto de pesquisa, devidamente validada pelo fisioterapeuta Santiago Munhos (CREFITO 3-81224-F). Em caso de dúvidas, contate-o!

 

Siga nossas redes sociais para mais informações:

 

Santibras Fisioterapia