Saiba como prevenir a osteonpenia/osteoporose

  • 12 de novembro de 2015

A associação, direta ou indireta, entre a elevada taxa de mortalidade e a fratura por fragilidade óssea é um tema que vem sendo estudados nos últimos anos. Esta relação é evidente após a fratura de fêmur.

Geralmente, no primeiro ano após a fratura de fêmur, cerca de 10% a 20% dos pacientes tornam-se incapacitados, 15% a 40% são institucionalizados e 20% a 35% morrem.

A osteoporose é uma doença que afeta pessoas acima dos 60 anos de idade, mas já há casos de pessoas de 37 anos com a doença. A osteoporose afeta mais as mulheres do que os homens devido à queda na produção de hormônios na menopausa.

É comum em uma visita ao ginecologista que sua densitometria óssea está dentro dos padrões de normalidade para sua idade, mas essa normalidade é algo bom? Afirmo que não, pois, muitos médicos, aceitam condição de ossos mais frágeis para mulheres pós menopausa.

E o que fazer para evitar esse tipo de situação? Para a formação de ossos fortes são necessários três elementos: exposição ao sol para liberação de vitamina D, cálcio e estresse no tecido ósseo.

A exposição ao sol deve ser feita no período da manhã sem protetor solar por 15 minutos diariamente, esse tempo é suficiente para os raios UVB aumentarem a produção e absorção de vitamina D.

Uma dieta rica em verduras verdes escuras e leite é suficiente para a quantidade de cálcio necessária para a formação de ossos saudáveis.

A prática de atividade física é uma das ferramentas mais importantes para o combate à osteoporose, pois, exercícios com carga e com o vetor certo ajudam a estimular a formação óssea.

A Santibras fisioterapia entende a necessidade de se envelhecer com qualidade de vida e disponibiliza um serviço especializado em combate e prevenção da osteopenia/osteoporose.

Agende uma avaliação, estamos localizados em um dos bairros mais charmosos da zona sul de São Paulo, o Itaim Bibi.