Os perigos das promessas de ano novo

  • 18 de janeiro de 2016
12196056_634403090033623_3387862558002023933_n

O mês de janeiro é famoso por ter um aumento das matriculas em academias, grupos de corridas, ciclistas e frequentadores de parques, tudo isso devido às resoluções de ano novo.

Aparentemente essas atividades inocentes podem desencadear uma doença denominada síndrome do piriforme.

O músculo piriforme se encontra na região posterior e profunda do quadril e é coberto pelos músculos glúteos. Por ele passa o nervo isquiático (também conhecido como ciático), muitas vezes o aumento do volume deste musculo pode causar a compressão deste nervo e causar dor com irradiação para toda a coxa e perna.

Essa é a síndrome do piriforme seja por aumento do volume ou por uma alteração anatômica em que o nervo passa entre o ventre do músculo.

Os sintomas mais comuns nesta síndrome são: dormência na região, o formigamento e dor intensa na região lateral e posterior da coxa e na região glútea.

Com os exames clínicos e de imagem podemos diferenciar esta síndrome de uma inflamação dos músculos glúteos.

É comum esta síndrome estar associada a alguma disfunção da coluna vertebral lombar como protusões discais e hérnias de disco.

O objetivo da fisioterapia nesta síndrome é o de alivio da compressão e melhora da funcionalidade do quadril para evitar recidivas

Raramente as síndromes do piriforme são indicadas para cirurgia, pois, o tratamento conservador se mostra muito eficaz.